Um clarinete de… ouro!

annaPaulovamusicaPor: José d’Encarnação

Amiúde nos presenteiam com concertos de piano e orquestra, de canto e orquestra. Agora, de clarinete e orquestra não recordo de nada. Por isso, não foi sem curiosidade que fui – somos ‘clientes’ fiéis… – ao Concerto de Outono da Sinfónica de Cascais no final da tarde de domingo, 23, no Auditório da Boa Nova, porque o programa incluía, na 1ª parte, a seguir à abertura da primeira ópera romântica alemã «Franco Atirador», de Carl Maria von Weber (1786-1826), o concerto para clarinete nº 1 em fá maior op. 73, em que a solista era Anna Paulová, nascida em Praga (1993) e com um notabilíssimo palmarés de galardões.

Claro, apreciámos – como sempre! – o virtuosismo da Sinfónica, sabiamente dirigida pelo dinâmico e infatigável Nikolay Lalov, mas encantou todo o auditório, completamente esgotado, o talento ímpar de Anna Paulová, no domínio perfeito de um instrumento que, no decorrer da execução, facilmente passava dos altos para os baixos, dos fortes para os suaves – e sempre num sorriso cativante, que o longo vestido vermelho com lantejoulas fazia sobressair. Só por essa actuação teria valido a pena sair de casa nessa tarde morrinhenta.

A sinfonia nº 4 em mi menor op. 98, do Johanes Brahms (Hamburgo, 1833; Viena, 1897) preencheu deliciosamente a 2ª parte do concerto. J. Brahms é, como se sabe, colocado a par de Beethoven e de Bach – os três bbs… - e a sua 1ª sinfonia foi saudada, pelo extraordinário impacto que teve, como a «10ª sinfonia» de Beethoven, porque – dizia-se – depois da extraordinária 9ª do Mestre, nada melhor poderia acontecer. E aconteceu.

O inegável êxito de mais este concerto prova que a cultura musical ganha cada vez mais apreciadores – a despeito das políticas oficiais de miserável apoio às instituições, às escolas e aos músicos… Segunda conclusão: que andou muito bem o Executivo Municipal de Cascais quando deliberou dar luz verde à ousada proposta de Nikolay Lalov.

 

 

 

 

 

cyberjornal, 25 outuro 2016

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!