85 anos da Estoril-Sol

MarisaRuiveloso2017

José d’Encarnação (texto)

Miguel Cardoso (foto)

 Uma exposição, em que prevalece o recurso aos meios audiovisuais, permite aos visitantes do Casino Estoril verem, por décadas, no átrio da entrada, o que tem sido a história da Sociedade Estoril-Sol, ora a comemorar 85 anos de existência.

czsinomenuSaliente-se que, ao contrário do que se poderia supor, sempre a tónica desta concessionária do jogo foi disponibilizar largas verbas para apoio às manifestações culturais, nomeadamente no âmbito das Artes Plásticas e das Artes do Espectáculo.

Se pela galeria passaram já muitas largas centenas de artistas, com enorme incentivo aos jovens, o salão-restaurante, ora chamado Preto e Prata, tem sido palco da actuação de artistas, nacionais e estrangeiros, de fama mundial.

Desse enorme périplo dá conta a exposição quer em imagens quer em objectos e publicações. Vale a pena apreciar com atenção.

A cerimónia comemorativa decorreu, após a abertura da exposição, no passado dia 23 de Novembro, com um jantar de gala, que contou com a actuação da fadista Mariza e seus convidados: Rui Veloso, Boss AC e Miguel Gameiro. Na ocasião, o Dr. Mário Assis Ferreira saudou os presentes e lembrou, a traços largos, o que tem sido o percurso da Sociedade de que é administrador e acérrimo defensor das suas promoções culturais, em que – para além das artes e do espectáculo – a instituição de prémios literários constitui iniciativa exemplar.

A título de curiosidade, reproduz-se imagem do «menu do jantar à americana do Casino Estoril – 1931, agora, 85 anos depois, substituído por outras iguarias: «consomé dourado com lasquinhas de frango», «lagosta Casino Estoril», «sorbet de limão», «lombo de vitela grelhado com azeite de aromáticos» e «crocante de chocolate e avelã com cremoso de fava tonka».

 

cyberjornal, 16 Janeiro 2017

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!