Padre Miguel homenageado!

PadreMiguelBarrosRua1Por: José d’Encarnação

Por iniciativa da Junta de Freguesia Cascais – Estoril, foi dado o nome do Padre Miguel Barros a um arruamento do Bairro Mira-Golfe, perto do Centro D. Bosco (dos Antigos Alunos Salesianos do Estoril), e de ruas que têm nomes ligados à Congregação Salesiana: Madre Maria Mazzarello foi a fundadora das Filhas de Maria Auxiliadora (o ramo feminino da Congregação); Laura Vicuña é uma santa, aluna das FMA; S. Domingos Sávio constitui modelo para os alunos salesianos.

 

PadreMiguelBarrosRua2Após o descerramento da placa, pelas 16.30 h. do dia 30, tomou a palavra o presidente do Município, Carlos Carreiras, que foi aluno do Padre Miguel e que evocou a sua personalidade de docente rigoroso e justo e de treinador empenhado. O Provincial dos Salesianos, Padre Artur Pereira, agradeceu, em nome da Congregação, a homenagem e salientou que o Padre Miguel se caracterizou pela competência, pela frontalidade e pela dedicação. Pedro Mota Soares, Ministro da Solidariedade, também ele antigo aluno do Estoril, recordou o exemplo do sacerdote e do educador. Por fim, Pedro Morais Soares, que preside à Freguesia Cascais – Estoril, louvou-se nas palavras dos oradores antecedentes e manifestou o seu regozijo por ter sido possível prestar esta homenagem naquele local pleno de simbolismo.

PadreMiguelBarrosRuaEstiveram presentes o presidente da Junta de Freguesia da Ericeira, terra natal do Padre Miguel Barros (1923-2010), autarcas, muitos responsáveis salesianos, designadamente das escolas do concelho – o «mais salesiano de Portugal», recorde-se –, muitos antigos alunos e admiradores da obra do pedagogo, além de representantes de entidades, como a Santa Casa da Misericórdia de Cascais e o Núcleo da Cruz Vermelha da Costa do Estoril, que têm ligação às escolas salesianas.

Foi homenageado não apenas o reconhecido docente de Desenho da Escola Salesiana do Estoril, mas, de modo especial, o educador que, através da prática desportiva, do hóquei em patins concretamente (foi, como se sabe, o fundador da Associação da Juventude Salesiana, alfobre de alguns dos maiores vultos nacionais e internacionais desta modalidade), soube formar cidadãos activos e conscientes do seu importante papel na sociedade.

Constituiu, pois, esta cerimónia um momento alto para Cascais em geral e para as escolas salesianas em particular, uma vez que se celebrou também no dia 31, a festa religiosa de S. João Bosco, data do seu falecimento em 1988, o santo que fundou a Obra Salesiana. E celebrou-se  dia 1, o Dia Local do Antigo Aluno Salesiano.

.

cyberjornal, 2 fevereiro 2014

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!