Luís Dourdil homenageado no Casino Estoril

LuisDourPor: J. d’E.

 

No âmbito do XXVIII Salão de Outono, vai ser homenageado, na Galeria de Arte do Casino Estoril, o pintor e artista gráfico Luís Dourdil (Coimbra, 8-11-1914 – Lisboa, 1989), dado que passa este mês o centenário do seu nascimento.

 

 

 

 

 

É por de mais conhecido o mural de têmpera a gema de ovo, restaurado este ano, que, em 1955, Luís Dourdil preparou para o Café Império, em Lisboa. Começou a expor em 1935 e fez na Sociedade Nacional de Belas Artes a maior parte das suas exposições. Participou também na colectiva Arte Portuguesa – Cascais 88, realizada no Palácio da Cidadela, na altura sob a tutela da Secretaria de Estado da Cultura, a funcionar como importante e mui significativa galeria. No Casino, integrou o número dos que se juntaram, em 1988, na mostra comemorativa do 50º aniversário de vida literária de Fernando Namora.

Nuno Lima de Carvalho, o director da galeria, que tem pelo trabalho de Luís Dourdil o maior apreço, pois o considera um dos maiores pintores nossos contemporâneos, escolheu alguns dos seus quadros para figurarem neste salão. Aliás, já em 1990, poucos meses depois do seu falecimento, recorda Lima de Carvalho, a galeria lhe dedicou «uma exposição/homenagem, na qual participaram 72 artistas seus amigos».

É de louvar uma iniciativa que vai na sua XXVIII edição! O Salão de Outono, exposição nas modalidades de pintura, desenho, fotografia e escultura, na qual participam artistas que integram habitualmente as exposições individuais ou colectivas, apresentadas na galeria do Casino – será inaugurado na próxima quinta-feira, dia 20,a partir das 21,30 horas, e estará patente todos os dias (excepto na véspera de Natal), das 15 às 24 horas, até 15 de Janeiro.

 

 

cyberjornal, 14 Novembro 2014

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!