Vasco Graça Moura foi evocado

VascoGracaMoura2Por: José d'Encarnação

Na primeira reunião preparatória do júri da edição deste ano dos Prémios Literários Fernando Namora e Revelação Agustina Bessa-Luís, instituídos anualmente pela Estoril Sol, foi evocado Vasco Graça Moura – ensaísta, escritor, poeta e tradutor de invulgar craveira, que faleceu a 27 de Abril –, e realçada a forma abnegada como acompanhou integralmente os trabalhos do júri dos anos anteriores, a que não deixou de presidir até 2013, não obstante a sua delicada situação de saúde.

 

 

 

 

 

O júri é agora presidido por Guilherme d’Oliveira Martins, que já integrara júris anteriores, na sua qualidade de presidente do Centro Nacional de Cultura.

A recepção dos trabalhos concorrentes terminou no passado dia 31 de Maio. O Prémio Literário Fernando Namora é atribuído regularmente desde 1988 e reserva-se a romances publicados durante o ano. Tem o valor pecuniário de quinze mil euros.

Por sua vez, o Prémio Literário Revelação, lançado em 2008, vale cinco mil euros e propõe-se distinguir, anualmente, um romance inédito de um autor português, sem obra publicada (no género) e com idade não superior a 35 anos.

 

 

cyberjornal, 5 julho 2014

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!