Baixos do Palácio dos Condes da Guarda são embrião de Museu da História de Cascais

ForalManuelinoPor: José d’Encarnação

 

 

 

A novidade – com que muito nos congratulamos – foi dada pelo Presidente da autarquia, no sábado, dia 15 (dia em que se comemoraram os 500 anos da outorga, por el-rei D. Manuel, de novo foral a Cascais), por ocasião da apresentação do trabalho de restauro do referido foral: os baixos do Palácio dos Condes da Guarda (actuais Paços do Concelho) vão ser abertos ao público e funcionarão como embrião de um museu de história do concelho.

 

 

 

 

CMCascaisMCOut013Para já, está lá exposto o foral; pode lá ver-se o vídeo que documenta o meticuloso trabalho executado, bem como cópias dos painéis sobre os 650 anos de história do concelho que se expõem no paredão, a nascente do Palácio Palmela, entre Cascais e o Monte Estoril.

É também intenção do Executivo passar a proporcionar, dentro em breve, a visita do salão nobre, uma vez que – salientou-se – é uma pena não se disponibilizar aos turistas e aos cascalenses a observação, por exemplo, dos magníficos azulejos que ornam as paredes do salão.

Se o excelente e meticuloso trabalho de consolidação e restauro do foral é obra de muito louvar, não o é menos, em meu entender, a iniciativa de criar este embrião, uma vez que assim se fica na expectativa de vir a ter concretização uma aspiração de há décadas.

 

cyberjornal, 16 Novembro 2014

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!