Senhora das Misericórdias está em Cascais

Misericordiapereg4

Por: José d’Encarnação

Em visita às diversas «casas» que integrama Santa Casa da Misericórdia de Cascais manter-se-á entre nós, até sexta-feira, 20, a imagem peregrina de Nossa Senhora das Misericórdias (a «Senhora do Manto Largo»!), que o Secretariado Regional de Lisboa da União das Misericórdias Portuguesas adquiriu aos Missionários da Consolata, neste ano extraordinário da Misericórdia.

MisericordiaperegA cerimónia de recepção ocorreu no Largo da Misericórdia, no começo da tarde do dia de Reis, com larga afluência de fiéis, que encheram depois a igreja, celebrada pelo prior da freguesia, Padre Nuno, celebração que contou com a sempre apreciada participação dos Arautos do Evangelho.

Procederam à entrega três elementos dos corpos sociais da Misericórdia de Oeiras que entraram processionalmente no largo acompanhados já com representantes da Misericórdia cascalense. A imagem foi colocada num andor; o coro dos utentes dos Centros de Dia entoou vários cânticos de louvor e foram representantes da autarquia que transportaram o andor até ao altar-mor. Padre Nuno deu as boas-vindas à Senhora, reflectiu sobre a importância do acto; a Provedora da Misericórdia teve palavras de regozijo; o Presidente da Câmara manifestou a vontade de a autarquia continuar a colaborar cada vez mais na acção benemérita que a Santa Casa leva a efeito, referindo, de modo especial, a intenção de promover obras de restauro no templo que ora nos acolhia.

Misericordiapereg2Na página da Santa Casa – http://www.scmc.pt/ – pode ser visto o programa que ainda falta cumprir, de que se destaca:

na 4ª feira, na sede da Santa Casa, a conferência do Dr. Jorge Santos, que foi Juiz Desembargador da Relação de Lisboa, vogal do Conselho Superior da Magistratura, Presidente da Comunidade Vida e Paz de 2008 a 2012 e, agora, das Conferências Vicentinas em Alcabideche, que animará uma sessão sobre «Repensando as Obras de Misericórdia», aberta à comunidade.

Fotos gentilmente cedidas por Luís Bento

cyberjornal. 16 Janeiro 2016

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!